Piódão, a aldeia presépio





A “Aldeia Presépio”. Situada entre vales da Serra do Açor em pleno conselho de Arganil, Piódão é uma das mais belas aldeias históricas de Portugal.
Composta por casas construídas sobre socalcos, em xisto e com as portas e janelas pintadas de cor azul é assim esta aldeia que mais parece um presépio. Entre ruelas estreitas e sinuosas, fazem-se descobertas à procura de simples histórias e vivências daquela terra. É a Igreja Matriz que se destaca no cenário e que assalta de forma majestosa a paisagem. Sobressai a sua cor branca com as listas azuis.





São vários quilómetros que se percorrem até à pitoresca e simpática aldeia. Entre curvas e mais curvas, é de lá de cima que se avista o Piódão. De uma beleza rara e de uma simplicidade plena, são as suas gentes que reforçam tamanha beleza. Pessoas humildes que têm a arte de bem receber nas veias.
Por lá se vislumbram outras paisagens. Coja é um dos exemplos que podemos apreciar. A alguns quilómetros da aldeia histórica, é atravessada pelo rio Alva e é nas suas margens que se pode disfrutar em pleno da praia fluvial. Depois há os diversos percursos pedestres que a Serra do Açor proporciona. O percurso entre o Piódão e Foz d’Égua é um desses exemplos. Em Foz D’égua para além de algumas casas tradicionais, destaca-se a piscina natural formada pelo encontro da Ribeira do Piódão com a Ribeira de Chãs d’Égua.
Os muitos licores regionais que por ali se provam e aprovam, são uma excelente forma de recuperar de qualquer percurso pedestre. Acompanha na perfeição um pastel de castanha e mel, depois de se degustar uma sandes com o melhor queijo da serra.

São estes motivos suficientes para se fazer à estrada? Eu diria que são mais que suficientes para o Piódão merecer sempre uma visita.











0 comentários:

Enviar um comentário